Paris – Avião que decolou de Paris e voava para o Egito desaparece do radar

Airbus A320 da EgyptAir tem 66 a bordo: 56 passageiros e 10 tripulantes. Aeronave deveria pousar no Cairo na madrugada desta quinta-feira (19).
Um avião da EgyptAir, com 66 pessoas a bordo, desapareceu do radar durante voo entre Paris, na França, e Cairo, no Egito, informou a companhia aérea nesta quarta-feira (18).

Em breve comunicado no “Twitter”, a EgyptAir postou o voo MS804 de um Airbus A320 partiu do aeroporto Charles de Gaulle nesta quarta às 23h09 (18h09 em Brasília) e deveria pousar cinco horas depois no aeroporto internacional do Cairo, na madrugada desta quinta (19), às 3h15 (horário local).

A aeronave transportava 56 passageiros – entre eles uma crianças e dois adolescentes – e 10 tripulantes, informam as agências internacionais de notícias. De acordo com a companhia egípcia, o voo transportava 30 egípcios e 15 franceses, além de dois iraquianos, um britânico, um belga, um kuwaitiano, um saudita, um sudanês, um chadiano, um português, um argelino e um canadense.

O último contato do piloto ocorreu com a torre de controle de Atenas, na Grécia, 10 minutos antes do desaparecimento. Não há registro de pedidos de socorro.

No momento do sumiço, o avião voava a uma altitude de 37 mil pés (11.300 metros), estaria sobre o Mar Mediterrâneo e já no espaço aéreo egípcio. As condições do tempo eram boas, segundo metereologista da “CNN

A Efe especula que a aeronave teria sido sequestrada, enquanto a Reuters informa que o mais provável é o avião ter caído no mar. Não há confirmação sobre essas informações.

A Grécia informou que iniciou busca aérea e pelo mar. O Ministério da Defesa disse que autoridades também estão investigando o alerta de um capitão de um navio mercante que relatou ter visto uma “chama no céu” cerca de 130 milhas náuticas ao sul da ilha de Karpathos.

A EgyptAir informou que equipes de investigação e de resgate já iniciaram a busca pelo avião desaparecido e que mantém contato com autoridades para localizar a aeronave.

No momento do sumiço, o avião voava a uma altitude de 37 mil pés (11.300 metros), estaria sobre o Mar Mediterrâneo e já no espaço aéreo egípcio. As condições do tempo eram boas, segundo metereologista da “CNN”.

Familiares de passageiros estão no aeroporto do Cairo, à espera de notícias do voo e de seus parentes.

A companhia informou também que o piloto do avião, cujo nome não foi divulgado ainda, tinha 6.275 horas de voo, incluindo 2.101 horas no comando de um Airbus A320. O copiloto tinha 2.766 horas de voo. A aeronave foi produzida em 2003.

O presidente de França, François Hollande, anunciou nesta quinta que falou com o presidente egípcio, Abdel Fatah al Sissi, sobre o avião desaparecido. Para ele, “não se deve descartar nenhuma hipótese” sobre a causa do sumiço.

Bomba falsa

Em março deste ano, um avião da EgyptAir, que voava de Alexandria para o Cairo, foi sequestrado e forçado a aterrissar no Chipre. O homem que desviou a rota carregava um cinturão com explosivos falsos e acabou preso. Não ficou claro, porém, se o caso era um ato terrorista, pois o presidente cipriota descartou essa ação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s